Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos
 
Medicina Veterinária
 
Disciplina: ZMV1314 - Imunologia
Immunology

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
Conceituar e discutir os mecanismos gerais que o organismo animal utiliza para reconhecer e eliminar patógenos e aprender a dar respostas efetivas após o primeiro contato contra organismos heterólogos.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
639750 - Edson Roberto da Silva
 
Programa Resumido
A Imunologia para a Medicina Veterinária aborda o funcionamento da imunidade inata e adquirida integrada do sistema de defesa. Focada no organismo utiliza uma abordagem dos órgãos envolvidos, células e eventos bioquímicos desencadeados pelo sistema de defesa na resposta inflamatória.
 
 
 
Programa
INTRODUÇÃO À FISIOLOGIA DO SISTEMA DE DEFESA - Defesa inata e adaptativa: células, tecidos e órgãos linfóides; MECANISMOS DE ATUAÇÃO DA RESPOSTA DE DEFESA INATA - reconhecimento, captura, processamento e eliminação de patógenos por fagócitos - sistema complemento e sua ativação MECANISMOS DE ATUAÇÃO DA RESPOSTA DE DEFESA ADAPTATIVA - Captura, processamento e apresentação antigênica mediada por MHC tipo I e MHC tipo II RESPOSTA DE DEFESA HUMORAL - Resposta de defesa mediada por células B e a produção de anticorpos - Subtipos de imunoglobulinas (anticorpos): IgM, IgD IgA, IgG e IgE - Mecanismo bioquímico molecular de maturação de especificidade e afinidade por antígeno RESPOSTA DE DEFESA CELULAR - Resposta de defesa mediada por células T CD8+: eliminação de patógenos intracelulares - Resposta de defesa mediada por células T CD4+: eliminação de patógenos intracelulares; subtipos de T CD4+: TH1, TH2. RESPOSTA INFLAMATÓRIA e INTEGRAÇÃO DO SISTEMA DE DEFESA - Vivendo juntos: análise crítica da atuação da resposta de defesa inata e adquirida orquestrada pela dinâmica do equilíbrio entre os seres vivos. Disfunções do sistema imune (hipersensibilidade I, II, III e IV); IMUNOPROFILAXIA - Planejamento/desenvolvimento de vacinas e fármacos
 
 
 
Avaliação
     
Método
A avaliação é realizada através de provas escritas com questões dissertativas e objetivas, avaliação oral na apresentação de seminários relacionados ao conteúdo e desenvolvimento de projeto de vacina. As questões envolvem principalmente o raciocínio sobre a integração dos diferentes níveis de organização do sistema de defesa.
Critério
A nota final será composta por avaliação teórica (70%), avaliação oral/escrita de seminário (10%) e projeto (20%).
Norma de Recuperação
Alunos que por algum motivo tenham faltado no dia da prova ou tenham nota inferior a 5 em uma avaliações terão uma segunda chance em prova substitutiva no final do semestre (ver método de avaliação).
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica: 1-Tizard, Ian R.. Imunologia veterinária uma introdução. 8. ed.. Rio de Janeiro, Elsevier, 2009. xvi, 587 p. Tradução de: Veterinary immunology, 8. ed. 2-Abbas, Abul K.. Lichtman, Andrew H.. Imunologia básica funções e distúrbios do sistema imunológico. 3. ed.. Rio de Janeiro, Elsevier, 2009. xii, 314 p. Tradução de: Basic immunology : functions and disorders of the immune system, 3rd ed., c2009. Bibliografia Complementar: [1] Rebl, A., Goldammer, T., and Seyfert, H.-M. (2010) Toll-like receptor signaling in bony fish, Veterinary Immunology and Immunopathology 134, 139-150. [2] Shaughnessy, R. G., Meade, K. G., Cahalane, S., Allan, B., Reiman, C., Callanan, J. J., and O'Farrelly, C. (2009) Innate immune gene expressiondifferentiates the early avian intestinal response between Salmonella and Campylobacter, Vet Immunol Immunopathol 132, 191-198. [3] Frank, L., Mann, S., Levine, C. B., Cummings, B. P., and Wakshlag, J. J. (2015) Increasing body condition score is positively associated interleukin-6 and monocyte chemoattractant protein-1 in Labrador retrievers, Veterinary Immunology and Immunopathology 167, 104-109. [4] Rupa, P., Schmied, J., and Wilkie, B. N. (2009) Porcine allergy and IgE, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 41-45. [5] Hammerberg, B. (2009) Canine immunoglobulin E, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 7-12. [6] Reinero, C. R. (2009) Feline immunoglobulin E: Historical perspective, diagnostics and clinical relevance, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 13-20. [7] Shaw, R., Pfeffer, A., and Bischof, R. (2009) Ovine IgE and its role in immunological protection and disease, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 31-40. [8] Gradoni, L. (2015) Canine Leishmania vaccines: Still a long way to go, Veterinary Parasitology 208, 94-100. [9] Boysen, P., and Storset, A. K. (2009) Bovine natural killer cells, Veterinary Immunology and Immunopathology 130, 163-177. [10] Graham, E. M., Thom, M. L., Howard, C. J., Boysen, P., Storset, A. K., Sopp, P., and Hope, J. C. (2009) Natural killer cell number and phenotype in bovine peripheral blood is influenced by age, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 101-108. [11] Wagner, B. (2009) IgE in horses: Occurrence in health and disease, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 21-30. [12] Gershwin, L. J. (2009) Bovine immunoglobulin E, Veterinary Immunology and Immunopathology 132, 2-6. [13] Shweash, M., Adrienne McGachy, H., Schroeder, J., Neamatallah, T., Bryant, C. E., Millington, O., Mottram, J. C., Alexander, J., and Plevin, R. (2011) Leishmania mexicana promastigotes inhibit macrophage IL-12 production via TLR-4 dependent COX-2, iNOS and arginase-1 expression, Molecular Immunology 48, 1800-1808. [14] Behrendt, J. H., Ruiz, A., Zahner, H., Taubert, A., and Hermosilla, C. (2010) Neutrophil extracellular trap formation as innate immune reactions against the apicomplexan parasite Eimeria bovis, Veterinary Immunology and Immunopathology 133, 1-8.
 

Clique para consultar os requisitos para ZMV1314

Clique para consultar o oferecimento para ZMV1314

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP